Espiritualidade

A nossa espiritualidade tem como base o mistério da Encarnação do Filho de Deus. N’Ele, Deus encontra-se com o ser humano e este com Deus. Este mistério faz-nos experimentar a ternura de Deus que nos ama e nos chama a viver e saborear todas as coisas desde o olhar de Deus. Transforma-nos em amor feito compaixão, ternura, proximidade e acolhimento de todos, duma forma particular aos mais pobres e frágeis.

Também, Maria tem um lugar especial na nossa Congregação. No coração do escudo, o Pe. Usera emoldurou o anagrama de Maria. Temo-lo também na nossa aliança e na cruz.

Em Maria, encontramos o “modelo das virtudes que integram a nossa espiritualidade, tais como a humildade, a simplicidade, o trabalho e a alegria. De Maria aprendemos também a docilidade ao Espírito Santo e a fidelidade no seguimento de Cristo” (C.6) 

É também em Maria que encontramos “o modelo privilegiado de virgindade, pobreza e obediência. Ela oferece-nos dia a dia a Palavra que acolheu no seu ser, o silêncio da contemplação e a fidelidade ao chamamento de Deus, como elementos permanentes, que hão-de servir de alimento à nossa existência consagrada.”(C. 14)

A nossa espiritualidade traduz-se numa vida fraterna em comunidade, onde as características acima descritas se vivem traduzidas em proximidade, carinho, acolhimento e partilha de vida e de fé umas com as outras. Somos comunidades abertas e inseridas no meio/missão que nos é confiada, procurando aí ser presença, com a vida, do amor gratuito de Deus, que se fez um de nós em Jesus.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email