Movimento Secular Amor de Deus (MSAD)

“O Amor de Deus faz sábios e santos."

Pe. Usera

Quem são os Leigos do Amor de Deus?

Cristãos que se sentem chamados a viver a espiritualidade Amor de Deus, entendendo o mundo e a fé a partir deste carisma que o Espírito Santo suscitou na Igreja através do Venerável P. Usera.

Vinculados à Família Amor de Deus, testemunham a sua fé em Cristo e, a partir do Evangelho, comprometem-se a fazer o bem na sua vida pessoal, familiar, profissional e social.

Em 8 de Dezembro de 2013 o Movimento Secular Amor de Deus é constituído e a 27 de Abril de 2014 os primeiros leigos fazem a sua promessa em Toro. Existem grupos de Leigos Amor de Deus em Portugal, Espanha, Moçambique, Peru, Chile, Brasil, Bolívia, Cuba, México.

  • Grupos

    Atualmente existem em Portugal grupos de leigos Amor de Deus em Guimarães, Porto, Valpaços e Cascais, ligados à Congregação, tendo uma comunidade religiosa de referência.

  • Oração e Ação

    Cada grupo reúne, com frequência, para aprofundar a fé, rezar, refletir e estudar a vida e obra do Padre Usera e o Carisma Amor de Deus. Muitos destes grupos apoiam projetos e ações solidárias a nível nacional e internacional.

  • Formação

    A Coordenação Geral do MSAD criou um programa de formação simples, mas profundo, que abrange todos os leigos, orienta e ajuda a crescer na fé e no compromisso.

  • Encontro Nacional

    Anualmente, todos os grupos de leigos Amor de Deus se reúnem em Fátima, na Casa Provincial, para o Encontro Nacional. São dois dias preenchidos com momentos celebrativos, de oração, convívio, aprendizagem, partilha e muita alegria.

  • Retiros

    Para além dos retiros organizados pelos próprios grupos, há um dia de retiro anual para todos - Leigos e Irmãs.

  • Peregrinação Nacional

    Sempre que se considere oportuno, realiza-se a Peregrinação Nacional, que congrega Irmãs e Leigos da Família Amor de Deus para um dia de vivência do carisma em comunhão.

Sentes que Deus te chama a fazer o bem na terra?

A Vocação

SOMOS CHAMADOS POR DEUS

Nós, os leigos, homens e mulheres de todas as idades, condições e culturas, sentimo-nos também impelidos pelo amor de Cristo, “CARITAS CHRISTI URGET NOS”, e chamados, como Jerónimo Usera, a fazer o bem na terra.

 

SOMOS IGREJA

A consagração baptismal configura-nos com Cristo, torna-nos membros do seu Corpo e partícipes do seu ser e da sua função sacerdotal, profética e real. Em virtude de esta consagração e da unção do Espírito Santo, que também recebemos na confirmação, convertemo-nos numa nova humanidade através da qual Cristo continua hoje a sua missão no mundo. Participamos no crescimento do Corpo de Cristo e na extensão do Reino de Deus realizando, a partir da evangelização e como leigos, o triplo serviço: sacerdotal, profético e real de Cristo.

Pela participação no sacerdócio de Cristo ficamos especialmente capacitados para consagrar o mundo a Deus, oferecendo ao Pai, por meio de Jesus Cristo e vivendo segundo o Espírito Santo, os nossos compromissos de evangelização, a oração, a vida conjugal e familiar, o trabalho, o descanso e as dificuldades da vida. Unimos tudo isso à oferenda do Corpo de Cristo na Eucaristia, na qual nos oferecemos ao Pai juntamente com a Vítima sagrada.

Unidos a Cristo profeta e revestidos da força do Espírito Santo, ficamos capacitados e destinados a proclamar, com o testemunho de vida e com a palavra, que o Senhor Jesus ressuscitou e vive, e confessamos a nossa fé no meio do contexto das realidades temporais, anunciando o absoluto de Deus e o carácter provisório dos bens passageiros e denunciando tudo aquilo que não está em sintonia com o Amor de Deus.

A participação na realeza de Cristo leva-nos a optar radicalmente pela sua causa: o Reino de Deus. Coloca-nos ao seu serviço e ao serviço de todos os homens para renovar a humanidade a partir do seu interior e mudar as estruturas desumanas do mundo, para que tudo seja regulado pela justiça, pela paz e pela caridade.

 

SOMOS COMUNIDADE

Somos Povo de Deus e sentimo-nos comunidade, uma comunidade real, viva, seguidora de Jesus de Nazaré e onde se vivem as quatro grandes dimensões: fraternidade, celebração, anúncio e compromisso.

 

SOMOS LEIGOS

Como cristãos estamos chamados a fazer do Evangelho a nossa própria regra de vida. Isso significa: Optar radicalmente por Cristo, fazer do Reino de Deus o valor supremo da nossa vida e acolher os ensinamentos de Jesus proclamados nas Bem-aventuranças. A voz do Senhor ressoa no mais íntimo do ser de cada cristão que, mediante a fé e os sacramentos, foi configurado com Cristo, foi enxertado como membro vivo na Igreja e é sujeito ativo da sua missão de salvação.

Nós os leigos recebemos, como dom do Espírito, a vocação que nos destina a cooperar na extensão do Reino gerindo os assuntos temporais e ordenando-os segundo Deus. A nossa condição leva-nos a viver em todos os âmbitos do mundo, da família e da sociedade, impregnando e aperfeiçoando toda a ordem temporal de espírito evangélico.

 

SOMOS “AMOR DE DEUS”

Como a Jerónimo Usera, o Carisma Amor de Deus qualifica todo o nosso ser. O Espírito Santo capacita-nos e destina-nos a um serviço especial na Igreja: ser como Jesus manifestação gratuita do amor do Pai. Este amor derramado pelo Espírito nos nossos corações (Rom 5,5) leva-nos a ser solidários com os que sofrem a miséria e a injustiça e a ajudá-los a sair dela. Proclamamos a bondade e a beleza de tudo o que foi criado e o carácter relativo dos bens terrenos diante do absoluto de Deus e seu Reino. Rejeitamos toda a forma de apego à riqueza, de consumismo, ostentação e egoísmo como obstáculos no nosso caminho para Deus e para o próximo.

Como Jesus, procuramos incessantemente fazer a vontade do Pai; descobrimo-la na sua Palavra, na oração, nos ensinamentos da Igreja, no diálogo com os irmãos, nos acontecimentos, nos sinais dos tempos. Esta vontade de Deus ilumina-nos e sustenta-nos no cumprimento dos nossos compromissos sociais, familiares e profissionais.

O Carisma do Amor de Deus, dom do Espírito Santo, impele-nos a situar-nos no meio do mundo como irmãos e a impulsar as relações fraternas da humanidade. Este amor, levado ao quotidiano e ordinário da vida, gera o compromisso da transformação do nosso espaço vital numa verdadeira e nova família.

Somos chamados a viver em comunhão com os diversos grupos cristãos, especialmente com a família “Amor de Deus”. Cuidamos a comunhão fraterna e a colaboração mediante o conhecimento e a informação recíproca, a ajuda espiritual e formativa.

No caminho de seguimento de Jesus, Maria é para nós mãe, mestra, irmã e companheira. A mulher crente que acolheu na sua vida o amor de Deus que n’Ela se fez carne é para nós o modelo privilegiado da vivência deste mistério. Ensina-nos a oferecer ao mundo, através da nossa palavra proclamada e transformada em gestos de vida, a Palavra que Deus pronuncia no nosso interior.

"A caridade de Cristo nos impele" (2 Cor. 5,14)

Rasgos da Espiritualidade

CRISTOCÊNTRICA

Jesus é a plena manifestação do amor de Deus à humanidade. É em Jesus que Deus toma a iniciativa de se fazer próximo, assumindo a nossa condição em toda a sua realidade. N’Ele, Deus encontra-se com o ser humano e este com Deus. O mistério da Encarnação leva-nos a experimentar a ternura de Deus que nos ama e nos chama, e que se torna misericórdia e solidariedade por nós, que nos fundamenta e nos recria. Uma atitude que permite ver, viver e saborear em todas as coisas a presença de Deus e contemplar a realidade com os seus olhos. Desde aí brotará a misericórdia, a solidariedade, o amor comprometido que não se esgota no momento, que permanece fiel até dar a vida. Como Jesus, fazemos a Vontade do Pai e, fiéis ao Espírito Santo, construímos o Reino de Deus porque o porvir do mundo está reservado à Lei Santa de Cristo.[1]

 

MARIANA

Consideramos Maria como a mulher do SIM e a obra mestra do amor de Deus, e o nosso modelo de crentes e de leigos pelo seu empenho em fazer a Vontade do Pai. Ela é o protótipo para o que olha toda a Igreja, as nossas comunidades e cada um de nós. De Maria aprendemos a docilidade ao Espírito Santo; temo-la presente na nossa oração, nas nossas dúvidas e incertezas e na nossa missão apostólica. Ela, cuja doçura é igual ao seu poder e cujo poder não conhece limites, é a nossa mãe[2].

 

ECLESIAL

Sentimo-nos Igreja, participamos da sua vida interna, dos seus sacramentos e liturgia; acolhemos os seus projetos e trabalhos apostólicos; alegramo-nos com a presença do Espírito Santo nela, assumimos o seu magistério e vivemos em comunhão como povo de Deus. Amamos a Igreja que une os seus filhos, não já como partes de um todo, senão como membros de um corpo místico, para cujo glorioso engrandecimento todos devemos contribuir[3].

 

ORANTE

Renascidos no batismo e confirmados pelo Espírito Santo, centramos a nossa vida nos sacramentos da Eucaristia, do Perdão, no acolhimento da Palavra, na oração litúrgica e na oração pessoal e comunitária onde nos abrimos à ação salvífica de Deus. Senhor, fazei que vivamos todos como irmãos, servindo-Vos e servindo-nos a nós mesmos… [4]

 

APOSTÓLICA

Sentimo-nos chamados pelo Espírito Santo a ser contemplativos na ação. O mandato de Cristo lança-nos para águas profundas, a uma espiritualidade da ação, vivida no mundo e no meio das labutas dos seres humanos na procura de mais dilatados horizontes, novas terras para estender o Vosso Reino[5].

 

FRATERNA

A pessoa, criada à imagem e semelhança de Deus, é elevada por Jesus à dignidade de filha de Deus. Este é o fundamento de uma fraternidade nova. O carisma Amor de Deus, derramado nos nossos corações pelo Espírito Santo, impele-nos a que nos situemos no mundo como irmãos e impulsemos relações fraternas na humanidade. Este amor, levado ao quotidiano da vida, gera em nós o compromisso de viver como uma verdadeira família. O católico vê em cada homem um verdadeiro irmão…[6]

 

CARISMÁTICA

A nossa espiritualidade ilumina-se com a luz da gratuidade, da simplicidade, da cordialidade, do acolhimento, da proximidade com os que sofrem e do encontro com o outro, aceitando com alegria a exigência no trabalho e a responsabilidade perante os compromissos da vida. Não queremos mais prémio que a Vós mesmo…[7]

Nas nossas comunidades assumimos o estilo próprio “Amor de Deus” de acordo com o Evangelho que anunciamos.

    • Ambiente de família, com aspeto simples e acolhedor, que facilita o convívio.
    • Dedicação, competência e responsabilidade no trabalho.
    • Relações interpessoais abertas, cordiais e respeitosas.
    • Clima de liberdade e alegria.
    • Sentido de colaboração e apoio.
    • Consciência do valor transcendente das ações mais simples.

[1] , pág. 325.
[2] Jerónimo M. Usera. Escritos, pág. 249.
[3] Jerónimo M. Usera. Escritos, pág. 102.
[4] Jerónimo M. Usera. Escritos, pág. 287.
[5] F. Romero López. El Padre J. M. Usera y sus religiosas del Amor de Dios, pág. 223.
[6] Jerónimo M. Usera. Escritos, pág. 99.
[7] , pág. 287.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Usamos cookies apenas para rastrear visitas ao nosso site e para auto preenchimento de formulários, não armazenamos dados pessoais. Leia a Política de Privacidade e Cookies.
Aceitar
Política de Privacidade e Cookies
Política de Privacidade e Cookies
                                   
Referência do Cookie Ativar
A Congregação das Irmãs do Amor de Deus - Província Portuguesa agradece a sua visita a este site. O seu direito à privacidade e segurança dos dados é a nossa principal preocupação! Queremos que se sinta à vontade para visitar o nosso site. Ao aceder ou usar o site amordedeus.net, você concorda com os nossos Termos legais, conforme descrito abaixo. Por favor, note que esta declaração de privacidade só se aplica à nossa página web. Esta deixará de se aplicar quando seguir links para outros sites ou páginas de terceiros. Solicitamos informações pessoais apenas quando realmente precisamos delas para lhe fornecer um serviço. Fazemo-lo por meios justos e legais, com o seu conhecimento e consentimento. Também informamos por que estamos colectando e como será usado. Apenas retemos as informações coletadas pelo tempo necessário para fornecer o serviço solicitado. Quando armazenamos dados, protegemos dentro de meios comercialmente aceitáveis ​​para evitar perdas e roubos, bem como acesso, divulgação, cópia, uso ou modificação não autorizados. Não compartilhamos informações de identificação pessoal publicamente ou com terceiros, exceto quando exigido por lei. O nosso site pode ter links para sites externos que não são operados por nós. Esteja ciente de que não temos controle sobre o conteúdo e práticas desses sites e não podemos aceitar responsabilidade por suas respectivas políticas de privacidade. Você é livre para recusar a nossa solicitação de informações pessoais, entendendo que talvez não possamos fornecer alguns dos serviços desejados. O uso continuado de nosso site será considerado como aceitação de nossas práticas em torno de privacidade e informações pessoais. Se você tiver alguma dúvida sobre como lidamos com dados do usuário e informações pessoais, entre em contacto connosco.  

Política de Cookies

O que são cookies?

Os cookies são pequenos ficheiros de texto guardados no dispositivo de um utilizador aquando da visita a determinados websites. Em visitas subsequentes, o ficheiro é enviado de volta para o website que o originou permitindo assim identificar as preferências de um utilizador. O uso de cookies é hoje prática comum na maioria dos websites, nomeadamente desde o aumento do comércio eletrónico.  

Como usamos os cookies?

Utilizamos cookies por vários motivos, detalhados abaixo. Infelizmente, na maioria dos casos, não existem opções padrão do setor para desativar os cookies sem desativar completamente a funcionalidade e os recursos que eles adicionam a este site. É recomendável que você deixe todos os cookies se não tiver certeza se precisa ou não deles, caso sejam usados ​​para fornecer um serviço que você usa.  

Desativar cookies

Você pode impedir a configuração de cookies ajustando as configurações do seu navegador (consulte a Ajuda do navegador para saber como fazer isso). Esteja ciente de que a desativação de cookies afetará a funcionalidade deste e de muitos outros sites que você visita. A desativação de cookies geralmente resultará na desativação de determinadas funcionalidades e recursos deste site. Portanto, é recomendável que você não desative os cookies.  

Cookies que definimos

  • Cookies relacionados a boletins por e-mail Este site oferece serviços de assinatura de boletim informativo ou e-mail e os cookies podem ser usados ​​para lembrar se você já está registrado e se deve mostrar determinadas notificações válidas apenas para usuários inscritos / não inscritos.
  • Cookies relacionados a formulários Quando você envia dados por meio de um formulário como os encontrados nas páginas de contacto ou nos formulários de comentários, os cookies podem ser configurados para lembrar os detalhes do usuário para correspondência futura.
  • Cookies de preferências do site Para proporcionar uma ótima experiência neste site, fornecemos a funcionalidade para definir suas preferências de como esse site é executado quando você o usa. Para lembrar suas preferências, precisamos definir cookies para que essas informações possam ser chamadas sempre que você interagir com uma página for afetada por suas preferências.

Cookies de Terceiros

Em alguns casos especiais, também usamos cookies fornecidos por terceiros confiáveis. A seção a seguir detalha quais cookies de terceiros você pode encontrar através deste site.
  • Este site usa o Google Analytics, que é uma das soluções de análise mais difundidas e confiáveis ​​da Web, para nos ajudar a entender como você usa o site e como podemos melhorar sua experiência. Esses cookies podem rastrear itens como quanto tempo você gasta no site e as páginas visitadas, para que possamos continuar produzindo conteúdo atraente.
Para mais informações sobre cookies do Google Analytics, consulte a página oficial do Google Analytics.
  • As análises de terceiros são usadas para rastrear e medir o uso deste site, para que possamos continuar produzindo conteúdo atrativo. Esses cookies podem rastrear itens como o tempo que você passa no site ou as páginas visitadas, o que nos ajuda a entender como podemos melhorar o site para você.
  • Periodicamente, testamos novos recursos e fazemos alterações subtis na maneira como o site se apresenta. Quando ainda estamos testando novos recursos, esses cookies podem ser usados ​​para garantir que você receba uma experiência consistente enquanto estiver no site, enquanto entendemos quais otimizações os nossos usuários mais apreciam.
  • À medida que vendemos produtos, é importante entendermos as estatísticas sobre quantos visitantes de nosso site realmente compram e, portanto, esse é o tipo de dados que esses cookies rastrearão. Isso é importante para você, pois significa que podemos fazer previsões de negócios com precisão que nos permitem analizar nossos custos de publicidade e produtos para garantir o melhor preço possível.

Compromisso do Usuário

O usuário se compromete a fazer uso adequado dos conteúdos e da informação que o Congregação das Irmãs do Amor de Deus - Província Portuguesa oferece no site e com caráter enunciativo, mas não limitativo:
  1. Não se envolver em atividades que sejam ilegais ou contrárias à boa fé a à ordem pública;
  2. Não difundir propaganda ou conteúdo de natureza racista, xenofóbica, apostas online (ex.: ESC Online), jogos de sorte e azar, qualquer tipo de pornografia ilegal, de apologia ao terrorismo ou contra os direitos humanos;
  3. Não causar danos aos sistemas físicos (hardwares) e lógicos (softwares) do Congregação das Irmãs do Amor de Deus - Província Portuguesa, de seus fornecedores ou terceiros, para introduzir ou disseminar vírus informáticos ou quaisquer outros sistemas de hardware ou software que sejam capazes de causar danos anteriormente mencionados.

Mais informações

Esperemos que esteja esclarecido e, como mencionado anteriormente, se houver algo que você não tem certeza se precisa ou não, geralmente é mais seguro deixar os cookies ativados, caso interaja com um dos recursos que você usa em nosso site. Esta política é efetiva a partir de ABRIL/2021.
                       Salvar configurações